quinta-feira, 26 de junho de 2014

Celebrando 5 anos online



Gente que vive para Escrever  

Comecei o blog com a intenção de ampliar minhas atividades literárias, não me limitando apenas a leitura, mas compreendendo toda à criação artística textual.
Uma experiência bacana, desafiadora e extremamente gratificante: Escrever e Acreditar que as palavras possuem o mana (poder espiritual ou divino de cada um).
Inspirada pela geração de blogs de criação literárias, novos talentos foram revelados graças ao universo da blogosfera. Minha lista de leitura blogosfera inclue:
 Ana Jacomo Marla de Queiroz Fabrício Carpinejar Clarice Correia Gabito Nunes  Fernanda Mello Cris Penaforte (dentre outros). 


sábado, 31 de maio de 2014

Fragmentos por Khalil Gibran

Ontem à noite, eu dizia para mim mesmo: “A consciência de uma planta no meio do inverno não esta voltada para o verão que passou, mas para a primavera que irá chegar. A planta não pensa nos dias que já foram, mas nos que virão. Se as plantas estão certas de que a primavera virá, por que nós – os humanos– não acreditamos que um dia seremos capazes de atingir tudo o que queremos?” 


 A alma procura Deus, como o ar quente busca as alturas, e os rios correm para o mar. A alma tem dois poderes: o desejo de buscar, e a capacidade de lutar por esse desejo. E a alma nunca perde seu caminho, da mesma maneira que a água não corre montanha acima. Por isso, todas as almas estarão em Deus, não importa quanto tempo isso demore. 


 Toda vez que alguém se aproxima de mim e diz: “será que você acredita mesmo em Deus?’, eu entendo que essa pessoa precisa desesperadamente de um motivo para acreditar também. Mas a existência de Deus não pode ser demonstrada, e eu nunca tentei convencer ninguém disso. Há muitos conceitos de Deus, nenhum serve para nada. Ninguém pode seu ajudado a compreender o invisível – é preciso que cada um parta para sua própria aventura.

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Meg, o diário mágico da Josie B.

    No canto da parede está meu violão desafinado e o berimbau meu troféu. Na estante o álbum de fotografia onde as imagens eternizam os momentos, há também a bailarina da caixinha de música dançando ao som da Bagatelle Fur Elise de Bethovem e você, Meg o diário mágico da Josie B.      
     Debaixo da cama, escondem-se os meus patins cor-de-rosa, onde algumas marcas de meu corpo revelam as aventuras vividas nele. Pode parecer banal, mas são esses objetos ‘os meus tesouros’, onde as recordações não deixam esquecer quem sou!




Texto retirado do diário da Joร!є ઇ‍ઉ

sábado, 26 de abril de 2014

A asa da borboleta

          As asas da borboleta são tão frágeis que até o peso de uma partícula de poeira ou de uma gota d’água poderia dificultar seu voo. No entanto, suas asas estão sempre limpas e secas.
         Ao estudarem a borboleta da espécie Morpho didius, pesquisadores da Universidade de Ohio descobriram que, embora a asa desse inseto pareça lisa a olho nu, sua superfície é coberta com pequeninas escamas sobrepostas umas às outras, que lembram telhas em um telhado. A superfície dessas escamas tem minúsculas fissuras paralelas que fazem com que qualquer poeira ou gota d’água deslize e caia da asa. Engenheiros estão tentando imitar esta textura para produzir revestimentos de alta tecnologia à prova d’água e de poeira que poderão ser usados em equipamentos médicos e industriais.
        A asa da borboleta é mais um exemplo de como a ciência está tentando imitar as estruturas encontradas nos seres vivos. “A natureza está cheia de maravilhas da engenharia, tanto na escala microscópica como na macroscópica, que têm inspirado a humanidade há séculos”, diz o cientista Bharat Bhushan.

Fonte: JW.ORG

 'Enquanto houver Borboletas, haverá esperança.!'

Por Joร!є ઇ‍ઉ

segunda-feira, 21 de abril de 2014

FIB

O conceito de Felicidade Interna Bruta nasceu em 1972, em um pequeno país do Himalaia, quando o rei questionou se o Produto Interno Bruto seria o melhor índice para designar o desenvolvimento de uma nação. Desde então, o reino do Butão começou a praticar esse conceito e atrair a atenção do resto do mundo com a sua nova fórmula para o cálculo de riqueza de um país, que considera outros aspectos além do desenvolvimento econômico, como a conservação do meio ambiente e a qualidade de vida das pessoas.
Enquanto os modelos tradicionais de desenvolvimento têm como objetivo primordial o crescimento econômico o conceito de FIB baseia-se no principio de que o verdadeiro desenvolvimento de uma sociedade humana surge quando o desenvolvimento espiritual e o desenvolvimento material são simultâneos, assim se complementando e reforçando mutuamente. Os quatros pilares da FIB são a promoção de um desenvolvimento sócio-econômico sustentável e igualitário, a preservação e a promoção dos valores culturais, a conservação do meio ambiente natural e o estabelecimento de uma boa governança. Através destes quatro pilares da FIB, economia, cultura, meio ambiente e boa governança, derivam-se 9 domínios de onde são extraídos indicadores para que a “Felicidade” de uma nação seja avaliada:

Bem-estar psicológico
Meio Ambiente 
Saúde 
Educação
Cultura 
Padrão de Vida
Uso de Tempo 
Vitalidade Comunitária
Boa Governança


Por Joร!є ઇ‍ઉ

sábado, 8 de março de 2014

'Inspirada pelos cabelos loiros da Marilyn Monroe, a bondade de Madre Tereza de Calcutá, a perseverança de Joana d’Arc, a ousadia de Leila Diniz, o charme de Carmem Miranda, a luz da Princesa Diana, a postura de Margaret Thatcher, a valentia de Anita Garibaldi, o poder de Cleópatra, a simplicidade de Cora Coralina, o sarcasmo de Rita Lee'  


E você, qual a grande mulher que te inspira?


Joร!є ઇ‍ઉ

Mais que flores ou bombons... nos dê respeito! Girl Power

segunda-feira, 3 de março de 2014

Ele não é a minha terceira nem a segunda alternativa. Ele é a minha escolha. E amanhã, quando acordar, eu vou escolher ele de novo


 "Em cada passo que eu der, cada estrada que eu trilhar, todo caminho que escolher... A Tua mão me guiará"

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Senhor, que arte queres que eu faça?

Arte Espírita - a serviço do bem e do belo


 “A maior caridade que podemos fazer pela Doutrina Espírita é a sua divulgação.” (Emmanuel)

A Arte Espírita tem por objetivo a divulgação da Doutrina Espírita, aliada ao entretenimento e à educação, à luz do Consolador prometido pelo Cristo.

"É preciso que a música venha abrir à inteligência as vias que conduzem à compreensão das leis divinas, à posse da eterna beleza. " ((Leon Denis))

 Viver é crescer, e crescer é sofrido. Caridade, oração, alívio do coração (...) Tim e Vanessa

Espiritismo é impulso para a recuperação da dignidade humana. O aspecto mais importante do fenômeno espírita: a revolução moral.


 “O verme é verme; torna-se bicho da seda; depois, borboleta. Que há de mais aéreo, de mais gracioso do que uma borboleta? Então, a arte pagã é o verme; a arte cristã é casulo; a arte espírita será a borboleta.” Alfred de Musset

Joร!є ઇ‍ઉ
Blog Widget by LinkWithin